100% Cristão

Meu Carrinho
Benefits
Produto adicionado ao carrinho!

Coram Deo: A vida perante Deus

Ensaios Em Honra a Wadislau Gomes

Especificações

AutorFelipe Sabino de Araújo Neto
Ano2017
Páginas1060
EncadernaçãoCapa Dura
IdiomaPortuguês
GêneroTeologia
Formato16 x 23 cm
EditoraMonergismo
-
+
” Cristo morreu na cruz para que pecados pudessem ser perdoados e extirpados e, assim, para que as pessoas pudessem, dessa forma, aparecer perante a face de Deus e se aproximar dele.” – Hans Rookmaaker
”Todas as pessoas, apenas por serem a imagem de Deus, são responsáveis diante de Deus por tudo o que são, fazem e pensam. Encontram-se, portanto, em um pacto com ele pela eternidade. Cada pessoa vive coram Deo, isto é, perante a face de Deus, e assim é responsável diante dele por todo pensamento e ação.” – K. Scott Oliphint
” A vida deve ser vivida coram Deo, perante a face de Deus, sob a autoridade de Deus, e para a glória só de Deus.” – R. C. Sproul
Os ensaios que compõem este Festschrift, além de expressarem uma profunda gratidão a Deus pelos labores piedosos de Wandislau Martins Gomes, constituem uma fonte de estudo e pesquisa para todo cristão, chamado a viver coram Deo, na própria presença de Deus.
Este Festschrift está dividido em cinco partes. Na primeira, temos testemunhos de amigos, parentes e conhecidos, que relatam um pouco sobre o impacto da vida do rev. Wadislau em sua vida e caminhada cristã. Alguns informais, outros mais sérios, mas todos destilando amor àquele que sempre nos lembrou do Deus que é amor.
Na segunda parte, temos artigos de cristãos brasileiros. O grupo é diverso: pastores, teólogos e leigos; amigos, companheiros de ministério, ex-alunos e “meros leitores”. Tal grupo diverso possui um elo unificador: admiração pelo ministério do rev. Wadislau. Como se trata de um Festschrift, alguns escritores se deram ao luxo de ser polêmicos.
A terceira parte é composta por artigos traduzidos. A grande maioria é de autores que influenciaram o pensamento do rev. Wadislau, como Cornelius Van Til, Francis Schaeffer, Herman Dooyeweerd e Jay Adams. Outros são de autores igualmente influenciados por um ou mais desses gigantes, como William Edgar, Vern Poythress e John Frame. Os artigos de K. Scott Oliphint, Brian Godawa, David Koyzis e Pierre Berthoud foram enviados pelos próprios autores para compor a coletânea. Alguns deles tiveram o privilégio de passar um tempo no contagiante e enigmático Refúgio, em Mogi das Cruzes. Berthoud e David Powlison estão na lista dos bem-aventurados que lá estiveram.
Na quarta parte inclui alguns poemas do poeta Lau. Visto o projeto ter sido “feito às escuras”, sem o homenageado ser informado, não pude me beneficiar das últimas produções da pena inspirada do nosso doutor. Contudo, isso é mitigado pelo fato de a poesia de Lau estar espalhada por todos os seus escritos, destilando não somente ortodoxia e sabedoria, mas profunda beleza.
Por último, na quinta parte a festa continua. Mais amigos, alunos e discípulos dão uma palavrinha sobre o impacto do ministério do rev. Wadislau em sua vida. Como era esperado, ela precisou ser consideravelmente limitada. Afinal, se todos os parentes e amigos dissessem algo, “creio eu que nem no mundo inteiro caberiam os livros que seriam escritos”.

Entretanto, é de igual modo importante afirmarmos que, como qualquer outra estrutura da criação divina, a estética possui a soberania de sua própria esfera, sendo regida por técnicas, instrumentos e princípios próprios, e por isso não pode capitula-se ou submeter-se a demandas que não reconheçam a importância e irredutibilidade da beleza. Nas palavras do autor: ”O aspecto estético é normativo. Isso quer dizer que Deus instituiu este aspecto na ordem do mundo, em que as normas são instituídas, em princípio. Nada pode ser belo se não satisfaz essas normas”.
Se, grosso modo, a arte é a produção de beleza por parte dos homens segundo determinadas técnicas (lembremos que o termo do grego clássico para arte é techné) submetidas a uma Ideia geral que, por sua vez, é expressa com o vigor, pathos ou verve próprios do espírito do artista, então, nesse aspecto, como afirmava Doroth Sayers, a criação artística, a formação de universos de beleza, é um dos aspectos da imago Dei no homem.

Especificações

AutorFelipe Sabino de Araújo Neto
Ano2017
Páginas1060
EncadernaçãoCapa Dura
IdiomaPortuguês
GêneroTeologia
Formato16 x 23 cm
EditoraMonergismo
Código de Barras

Especificações

AutorFelipe Sabino de Araújo Neto
Ano2017
Páginas1060
EncadernaçãoCapa Dura
IdiomaPortuguês
GêneroTeologia
Formato16 x 23 cm
EditoraMonergismo
CentímetroMetroKilogramaGrama

Dimensões

Coram Deo: A vida perante Deus
Altura: 23,00 Centímetros
Largura: 16,00 Centímetros
Profundidade: 6,00 Centímetros
Peso: 1,71 Kilogramas

Especificações

AutorFelipe Sabino de Araújo Neto
Ano2017
Páginas1060
EncadernaçãoCapa Dura
IdiomaPortuguês
GêneroTeologia
Formato16 x 23 cm
EditoraMonergismo

Especificações

AutorFelipe Sabino de Araújo Neto
Ano2017
Páginas1060
EncadernaçãoCapa Dura
IdiomaPortuguês
GêneroTeologia
Formato16 x 23 cm
EditoraMonergismo